segunda-feira

Eu, agora - que desfecho!
Já nem penso mais em ti...
Mas será que nunca deixo
De lembrar que te esqueci?




Mário Quintana


eu cá esqueço que te devo esquecer, porque não gosto de ser esquecida, e o esquecimento é a coisa mais feia do mundo, porque nunca se esquece o que se deve mas somente o que não deve, o que é muito lixado.

Sem comentários:

Enviar um comentário