domingo

No entanto gostei do trabalho final

Acabei de fazer dos textos mais difíceis de toda a minha vida. A ideia era fazer uma retrospectiva à nossa infância... Muito sinceramente eu não tenho problemas em falar dela, não me importo que tenho sido diferente em muitas coisas, não importo em nada. Mas essa importância, ou a falta dela, só existe em conversas com amigos, em que meias palavras bastam para explicar muitas coisas, e que sabem de que maneira vejo o mundo. Só que para a minha professora de português, de quem não tenho nada a dizer, nenhuma queixa a fazer, que gosto muito dela e admiro a sua personalidade excêntrica, a verdade é que não me conhece tão bem quanto outras pessoas e a procura das palavras certas é extremamente difícil. 

Sem comentários:

Enviar um comentário