domingo

Never let me go

Senti que em qualquer momento da nossa vida temos de deixar a "única" coisa que realmente amámos. Senti que um dia somos a penas um corpo à espera que decidam sobre nós. Mas em toda a vida amámos com todo aquilo que podíamos, mesmo quando nos tiravam bocados, mesmo quando não sabíamos quem éramos, amávamos, mesmo que nos fosse proibido.  


um bom filme...foi dos poucos em que quase chorei.

Sem comentários:

Enviar um comentário