quarta-feira

a carta a um estranho - esta foi a carta que a daniela escolheu (com amor ?)

estranho, olá
como tens passado? está tudo bem desde a ultima vez que te estranhei? ainda bem, por aqui está quase tudo na mesma. na verdade, não, está tudo bem melhor, com sinceridade está tudo cada vez melhor. todos os dias aprendo uma coisa nova, seja ela boa ou má. tenho crescido um bocadinho todos os minutos e sorriso em todos os segundos. é engraçado que não sinto falta de qualquer tipo de contacto contigo, não sinto falta de estranheza corporal, psicológica, ou emocionalmente (afectada). não estranho nem quero estranhar. estou bastante bem no meu lugar cómodo e habitual. é uma rotina bastante primordial, digamos básica para quem não entende, mas a qual me enriquece a níveis inimagináveis. portanto, estranho, que desconheço, ou se calhar conheço bem demais, ainda não percebi a diferença entre o de cor ou o não saber, dispenso a tua proximidade.
até nunca, besito desta que não te quer.

Sem comentários:

Enviar um comentário