segunda-feira

Eu sou a rapariga cujas lágrimas vêm aos olhos ao ver o Eduardo mãos de tesoura.

Sem comentários:

Enviar um comentário